Home NOTÍCIA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA Contribuição da Universidade Federal do Pampa, campus Itaqui-RS, para o combate ao COVID-19

Contribuição da Universidade Federal do Pampa, campus Itaqui-RS, para o combate ao COVID-19

Pesquisa denominada Percepção da população de Itaqui (RS) sobre a pandemia de Coronavírus (covid-19) busca investigar o que a população de Itaqui (RS) conhece sobre a pandemia de Coronavírus (Covid-19). Pretende-se, com base no conhecimento do comportamento da população em estudo, implementar futuras ações sociais e campanhas educacionais em saúde pública no município, as quais deverão obter um maior engajamento dos munícipes.

O projeto é desenvolvido por uma equipe coordenada pela professora Luciana Ethur e o técnico-administrativo Felipe B. Ethur, com a participação dos discentes Kellen R. Carlosso, Dieison M. da Silva, Kalita M. L. Fresingheli, Bruna Z. dos Santos, Letícia da R. Nunes, Taináh Espinosa e Thalles F. Fagundes.


Segundo a coordenadora do projeto, o instrumento de pesquisa utilizado foi um questionário com 22 questões, referentes ao perfil do entrevistado, mídia utilizada para informação, conhecimento sobre o vírus, fatores econômicos e sociais, percepção de risco e perigo da pandemia e comportamento frente à situação atual. Esse questionário foi aplicado via google drive, obtendo-se um total de 491 respostas/entrevistas, sendo 365 de Itaqui. As respostas estão sendo organizadas, tabuladas e analisadas para serem publicadas e divulgadas para a comunidade.


O momento atual da pesquisa é a escrita e elaboração de textos para publicação dos dados para a comunidade. O trabalho conta com a participação ativa dos discentes de diferentes cursos da UNIPAMPA, campus de Itaqui. Para a realização das reuniões, é utilizada a plataforma Google Meet, além do Facebook e doInstagram como instrumentos de comunicação interna e na relação com a comunidade externa.


Essa pesquisa vem ao encontro do Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI da UNIPAMPA –, pois está fundamentada na responsabilidade social, a qual consiste em dialogar, intermediar, intervir e buscar soluções alternativas a curto, médio e longo prazo com comunidade onde está inserida.


Conforme a professora Luciana Zago Ethur: “A presente pesquisa cumpre esse requisito de preocupação e interação com a comunidade itaquiense, visando identificar carências em uma fase crítica e incerta. Ao objetivar subsidiar futuras ações sociais e campanhas educacionais em saúde pública no município, busca-se contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população, como preconiza o nosso PDI”.


Graciéle Pereira Souza, graduanda do curso de Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia. Membro da Equipe do Jornal Interdisciplinar em C&T. E-mail: [email protected]